bggghjkkkk

bggghjkkkk

13 de março de 2016

LIVRO - ALGUMAS CARTAS GUARDADAS NA MEMÓRIA - 2a. EDIÇÃO

Quando alguém que você ama some, desaparece de várias formas, logo vem à solidão. E com a solidão, vem a saudade. O coração em desalinho, então, desalimenta-se do combustível do amor, do carinho, do afeto, do corpo físico, da paixão...
            De tantos sentimentos, sinônimos do amor. A dor é muito forte e o único remédio que pode conter a saudade é o tempo. Mas esse é cruel. Morremos ansiosos pelas beiradas da alma, pelos cantos da razão ou pelo "tiro" no peito, "infarto agudo" do coração. Quem nunca sentiu saudade? Engana-se. Saudade eu tenho agora, neste instante, da última vez que falei com você, que olhei em seus olhos e murmurei: Te amo.
            Mas você não pode ouvir - Eu sei - Por isso eu sinto saudade. Saudade de quando chorei quando você nasceu, quando você disse "papai" pela primeira vez, quando você me disse "obrigado" por ter te ensinado o dever de casa. Saudade eu tenho de você meu amor.
            Mas Deus me mostrou o caminho.
            Ele me ensinou que você veio para me engrandecer, elevar o meu espírito e poder ser um portador do amor a quem necessite a todos meus irmãos da vida. Mas eu sinto saudade. O que posso fazer? Quando você esteve em mim, no leito em que eu me derramava de dor, foi como um sonho... Foi num sonho que Deus enviou você do lado do meu leito para que as minhas chagas pudessem ser estancadas e que o meu coração pudesse se reabastecer de amor.
            Daí em diante, como em tantas outras vezes, Deus provou-me que existe, pois trouxe você de volta pra me acalentar, pra me curar. Então, como não posso sentir saudade, se eu olho do lado do meu leito e não vejo mais você? Foi só num sonho. Eu precisava deste sonho e "Deus me fez sonhar". Peço perdão a Deus, pois não sou digno de sentir saudade e as lágrimas que escorrem do meu rosto quando escrevo este texto, são de alegria e contentamento por saber que você está ao lado de Deus assim como esteve ao meu lado, quando precisei. Você esteve me olhando e me cuidando por interseção de Deus.
            E com isso meu coração novamente se encheu novamente de felicidade, de amor em abundância que posso dividir com tantos amigos, com tantos parentes, com meu filho, meus irmãos e com você que está lendo esse texto. Todos cabem aqui dentro. Meu coração não é meu. Ele é do tamanho do mundo e estará sempre disposto a doar o amor, seja pra quem for.
TRECHO DO LIVRO